Cookies de Amendoim e Chocolate



Os dias são melhores quando há uma caixa de bolachas à mão, cheia de vontade de ser a estrela das horas de silêncio, enquanto bebemos um chá e lemos um livro à noite.
Está frio cá dentro. Apetece ter a caixa das cookies bem recheada. Retirar uma a uma e passar os olhos por livros de receitas novos. Aquecer os pés ao lume e as mãos numa caneca.
Saudades do forno a lenha aceso nestes dias frios. Uma sensação de conforto percorre o corpo e a alma e não preciso de mais nada quando chego a casa. É como um abraço na noite fria.

É tão bom apreciar as pequenas coisas, que sempre me farão sorrir, onde quer que esteja.
O prazer de fazer bolachas, de as moldar e provar ainda quentes, do forno aceso. Dos dias que pedem conforto, do vento lá fora, e a gata ao colo, as pantufas nos pés e a paisagem que muda à janela.
Adoçá-los com estas pequenas cookies, as minhas favoritas, que partilho aqui. Para quem gosta de amendoim e chocolate, uma combinação daquelas que só pode arrancar sorrisos e deixar a caixinha das bolachas vazia em três tempos!






Cookies de Amendoim e Chocolate

4 colheres (sopa) de manteiga de amendoim
110 gr de açúcar mascavado claro
1 ovo biológico
140 gr de farinha de espelta
½ colher (chá) de fermento
75 gr de pepitas de chocolate negro (ou chocolate em pedaços)
45 gr de amendoins sem sal torrados
(1 a 2 colheres de sopa de leite)


Preparação 

Forrar dois tabuleiros com papel vegetal antiaderente (se não for antiaderente, untar com manteiga).
Numa taça colocar a manteiga de amendoim e o açúcar e bater muito bem com a batedeira até obter uma mistura cremosa. Adicionar o ovo e bater novamente, até ficar mais claro/esbranquiçado. De seguida juntar a farinha e fermento e bater levemente, até obter uma massa homogénea.  Por fim incorporar as pepitas de chocolate e os amendoins em pedacinhos.
Se notar a massa demasiado seca, adicione uma ou duas colheres de sopa de leite e mexa bem, até ficar uma massa bem ligada.
Formar bolinhas do tamanho de nozes com as mãos, e achatar com um garfo, de forma a obter um efeito riscado. Colocar as bolachas nos tabuleiros preparados, com algum espaço entre si.
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC, por 12-15 minutos, ou até dourarem e ainda estarem ligeiramente moles. Depois de frias endurecem. Guardar num frasco hermético.

Bom Apetite!



 


Pão de Banana e Chocolate



Sim, agora já é Outono. Chegou o frio, depois de uns dias de sol bem quentes, que permitiram usar sandálias e manga curta em pleno Outubro, e até umas idas à praia e o convite aos gelados!
Chegou com chuva e frio, e mais folhas espalhadas pelo chão que se vê cada vez mais em tons de vermelho, laranja e castanho. 

Do armário já sairam as botas e os casacos mais quentes. E pela manhã e à noite sabe tão bem o aconchego do cachecol. As meias mais grossas já apareceram e quando as calço não consigo deixar de pensar que ainda na semana passada andava de pé descalço. A constante mudança do tempo, que passa a correr.



Começo de novo a pensar em acender o forno mais vezes. Em comida de conforto. Em fazer um bolinho ao domingo, para saborear ainda morno com chá ou cevada. Começo a pensar mais ainda nas coisas boas da época, as romãs, as castanhas, as batatas doces, as abóboras de várias cores e feitios, as pêras e maçãs, e no toque quente das especiarias.
O forno a lenha está pronto a ser aceso! E à noite acreditem que sabe mesmo bem, chegar a casa, cheia de frio e comer um prato de sopa quente com os pés virados ao lume.

Um pão de banana, banana bread, mais bolo que pão é sempre uma boa opção para estes dias. Seja com especiarias, frutos secos ou chocolate, é delicioso. Fácil de preparar, e pôr no forno, uma delícia comer ainda morno, com o chocolate a derreter nas mãos.
Há sempre bananas em casa, umas verdes como as gosto de comer, e outras bem maduras para fazer smoothies e gelados no verão e bolinhos e cookies no inverno.
Este pão/bolo vem com pedacinhos de chocolate, para nos dar ainda mais vontade de o comer. Sirvam-se!




Pão de Banana e Chocolate

300 gr de farinha de espelta
1 colher (chá) de fermento
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/2 colher (chá) de canela em pó Margão
pitada de sal
100 gr de açúcar mascavado escuro
2 ovos
150 ml de iogurte natural
50 gr de óleo de coco
2 bananas maduras esmagadas
75 gr de chocolate 70% cacau em pedaços
75 gr de nozes em pedaços


Preparação

Untar uma forma de bolo inglês com manteiga e forrar o fundo com papel vegetal antiaderente.
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Numa taça grande misturar a farinha com o fermento, bicarbonato, canela e sal.
Noutra taça bater muito bem os ovos com o açúcar até ficar volumoso. Adicionar o iogurte natural e o óleo de coco derretido e mexer bem. Juntar à taça da farinha juntamente com as bananas esmagadas e mexer bem a mistura, incorporando depois os pedaços de chocolate e nozes, envolvendo na massa.
Colocar a massa na forma e levar ao forno até cozer (teste do palito).
Desenformar ainda morno. 

Bom Apetite!




 

Porridge de Forno com Maçã e Canela



Nunca tinha comido papas de aveia até há uns dois anos atrás, acreditam? Não fizeram parte da minha infância, nem dos meus pequenos-almoços.
Hoje em dia sou uma pessoa que adora comer, comer bem, de forma saudável a maioria dos dias e outras vezes petiscar até mais não. De facto pecar é delicioso mas só de forma pontual. Ficam os fins-de-semana guardados para esses devaneios.

Mas nem sempre fui de "boa boca" como diz a minha avó. Em pequenina era um "pisco" a comer. Não aceitava comida e era sempre uma complicação fazer-me comer. Diz a minha avó que havia dias que os meus pais se fartavam e era ela que me tentava alimentar a bem. Havia música feita com panelas e tachos para me entreter na hora de comer. O que é certo é que acabava por comer! Mas era preciso alguma paciência. Disto não tenho memória. Só do que me contam.

Também dos pequenos-almoços em pequenina, não me lembro de muito. Sei que detestava leite e sei que os meus pais nunca me obrigaram a beber. Mas recordo-me do cheiro dele quente na cantina do jardim escola, e do tormento que era senti-lo. Sei que havia sempre torradas e fruta, iogurtes e cereais muesli dos bons na mesa, e de aos sábados e domingos ser mais tardio e com direito a mais coisas, mais demorado, e com todos sentados à mesa. 

Não sei precisar quando me tornei de "boa boca" mas lembro-me perfeitamente de refeições pela manhã que me sabiam mesmo bem. De gostar de comer de tudo à mesa. E do que não gostava, bem, ou comia ou não comia, não havia cá fazer prato especial ou diferente para quem não gosta disto ou daquilo. Sem ser obrigada fui acabando por gostar de tudo um pouco, de comer sempre legumes e sopa a todas as refeições e fruta. Aproveitando sempre o que vem da horta e do pomar.



Falando ainda no pequeno-almoço, trago-vos esta receita de papas de aveia ou porridge, feitas no forno. Especialmente para o fim de semana ou dias de folga. Para fazer e saborear com calma.
O facto de ser feito no forno e com maçã e canela remete logo para o Outono, adoro esta combinação para manhãs mais frescas e fica perfeito servido num brunch ou mesmo ao lanche.
Não resisti a provar esta receita inspirada num livro que adoro, o "The Oh She Glows Cookbook", um livro vegan onde apetece fazer e comer quase tudo.
Gosto quando isso acontece, um livro inspirar-me a cozinhar mais e de forma diferente do habitual, com menos carne, e de forma saudável.
E adoro papas de aveia ao pequeno-almoço. Desde que as comecei a fazer, que continuo. Umas vezes de maneira bem mais simples, no dia-a.dia, e variando conforme a fruta da época. Mas desta vez foi para servir a todos à mesa, com tempo e com "boa boca".




Porridge de Forno com Maçã e Canela
(adaptado de "Oh She Glows Cookbook", de Angela Liddon)

2 chávenas de flocos de aveia
2 colheres (sopa) de açúcar de coco
1 colher (chá) bem cheia de canela em pó
1 colher (chá) de fermento
1/2 colher (chá) de gengibre em pó
1/2 colher (chá) de sal
2 chávenas de leite (amêndoa, aveia ou à escolha)
1/4 chávena de maple syrup
1/2 chávena de puré de maçã
2 maçãs descascadas e em cubos pequenos
nozes picadas q.b.


Preparação

Pré-aquecer o forno a 180ºC. Untar ligeiramente um tabuleiro de forno de tamanho médio.
Numa taça juntar a aveia com o açúcar de coco, a canela, o fermento, gengibre e sal, mexendo bem.
Noutra taça misturar o leite com o maple e o puré de maçã.
Juntar esta mistura do leite aos secos da aveia e misturar muito bem.
Adicionar a maçã em pedacinhos e envolver na mistura.
Colocar no tabuleiro e alisar a superfície. Salpicar com nozes picadas a gosto.
Levar ao forno por uns 25 minutos ou até a mistura estar consistente e a maçã tenra.
Servir morno ou frio, com iogurte ou creme de coco e um pouco de maple e canela.

Nota: para o puré de maçã usei maçã assada, da qual retirei a polpa e esmaguei até obter 1/2 chávena.

Bom Apetite!