Muffins de Mirtilo e Espelta



Os dias voltam à sua rotina habitual. Depois das férias. Confesso que os dias cinzentos e de chuva me ajudaram a passar do modo férias para o modo dia-a-dia, sem pensar por momentos que ainda é verão, por mais uns dias.
Os chinelos e os vestidos de alças sabem bem, os dias não planeados também, o acordar tarde e o ver séries e filmes pela noite dentro. As petiscadas e os gelados sem culpas, porque nas férias as calorias não contam e comemos tudo o que nos apetece. Apanhar sol e nadar no mar é tão bom. Caminhar pela praia. Descontrair a ler um livro para o qual ainda não tinha tido tempo. As pequenas coisas que sabem tão bem e num instante acabam.



Mas também gosto de voltar à rotina (se bem que foi cedo demais desta vez!), de me mover pelos lugares já conhecidos, de sentir esse conforto. Mesmo que sejam dias bem preenchidos e cheios de gente e animais. É o familiar que me sossega. Sou uma pessoa de hábitos, não digo que não.
Restabelecem-se hábitos e rotinas, voltam a fazer sentido todas as comidas mais simples dos dias de semana, sem exageros e sempre com um toque de conforto.
A pensar nessas rotinas boas, não resisti no domingo a ligar o forno e a fazer uns bolinhos, como de costume. Os dias parece que já o pedem, o forno ligado a aquecer a cozinha.
E como no congelador ainda há muitos mirtilos do verão, pintam-se uns muffins com eles, preenchendo essa rotina boa, da cor que eu mais gosto.



 
Muffins de Mirtilo e Espelta

2 ovos
120 ml iogurte natural
2 colheres (sopa) de óleo de coco
2 colheres (sopa) de agave
raspa de 1 limão
4 colheres (sopa) de açúcar de coco
1 e 1/4 chávena de farinha de espelta branca
1 colher (chá) de fermento
100 gr de mirtilos frescos ou congelados


Preparação

Untar uma forma de muffins ou colocar forminhas de papel dentro da forma de muffins.
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Numa taça colocar os ovos, iogurte, óleo derretido, agave e raspa de limão. bater muito bem com a batedeira.
Noutra taça colocar o açúcar de coco, a farinha e o fermento e envolver bem com a colher de pau.
Adicionar os líquidos aos sólidos e mexer até ficar homogéneo, sem bater muito a massa.
Por fim juntar os mirtilos e envolver na massa.
Com uma colher, colocar a massa nas forminhas, até 3/4 de capacidade e levar ao forno a 180ºC, até cozer e dourar (teste do palito).

Bom Apetite!



 

 

Noodles de Curgete com Pesto de Sementes de Abóbora



Por cá os dias têm sido leves e descontraídos. Finalmente as férias chegaram, e o descanso mais que merecido veio acalmar ainda mais o blog, que anda adormecido.
Sabem quando já não aguentamos mais e só queremos fugir daqui para recuperar um bocado de sanidade mental e relaxar bem longe de tudo? Eu andava assim, exausta e cansada. Mas estes dias já deram para uma escapadinha e para parte de mim estar mais serena. E quando temos uma praia linda mesmo à frente de casa, o mar ajuda sempre a acalmar. A encontrar essa calma perdida.

Dias menos cheios, outros mais, que vão correndo ao sabor das vontades e do que nos faz bem. Petiscadas, amigos que vêm de longe, encontros felizes, praia e mar, gelados e uma dose de rio Douro, mesmo que por poucos dias, são o suficiente para me deixarem de sorriso na cara e feliz.
Na verdade apesar de ir chovendo pela manhã, os finais de tarde têm sido generosos, e afinal de contas ainda é verão, com tudo o que ele tem de bom.
Por isso não podia deixar o verão ir embora sem comer mais uma saladinha. Com as curgetes da horta, feitas em falso esparguete, as doces nectarinas que em breve já cá não estão, e um pesto a embalar esta refeição.





Noodles de Curgete com Pesto de Sementes de Abóbora
(receita adaptada do livro Vibrant Table, de Anya Kassof)

2 curgetes pequenas
1 nectarina
queijo feta q.b.
folhas de manjericão Life in a Bag
microvegetais de rabanete Life in a Bag

Pesto:
1 chávena de sementes de abóbora cruas
4 colheres (sopa) de azeite (ou mais)
sal q.b.
1 chávena de manjericão fresco
1 colher (sopa) de sumo de limão
2 colheres (sopa) de água (ou mais)
1/2 dente de alho
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado


Preparação

Começar por preparar o pesto. Colocar as sementes de abóbora, pitada de sal e uma colher de azeite numa taça, e envolver bem. Espalhar num tabuleiro forrado com papel vegetal e levar ao forno a 180ºC por 5-10 minutos. Deixar arrefecer.
Num processador de alimentos colocar as sementes e triturar até ficarem em migalhas. Adicionar os restantes ingredientes e triturar até obter uma pasta. (eu tive de juntar mais um pouco de azeite e água para ficar com a consistência que gosto).
Cortar as curgetes em esparguete com a ajuda de um utensílio próprio (podem ver na segunda fotografia o que eu uso e arranja-se em qualquer loja de uitilidades para a casa e cozinha). Colocar numa taça, e adicionar colheradas de pesto a gosto e envolver na "massa de curgete".
Servir os noodles em taças ou pratos e colocar fatias de nectarinas (com casca) por cima e algumas colheradas de pesto a enfeitar.
Salpicar com queijo feta esfarelado e folhas de manjericão e de microvegetais de rabanete.

Bom Apetite!





Pão Doce de Limão e Mirtilos



Sinto um carinho especial por esta receita. Por acompanhar bons momentos. Por ter vindo a ser aperfeiçoada nestes últimos anos.
Por ser daquelas coisas boas, que se come a qualquer hora. Por ser pedida por amigos especiais. 
Por não ser nem pão nem bolo. Não leveda como um pão, mas também não é muito doce como um bolo normal.
Por fazer parte do Verão, e do que associo a ele. Ao sol, aos dias em que revemos amigos, aos dias em que saímos e vamos com ele para a praia, em que nos acompanha a "piquenicar", aos mirtilos que o pintam e lhe dão o seu ar de graça. Às fatias que se cortam ao lanche e se partilham.
Ao fim de contas poderia estar a falar de qualquer bolo ou pão, ou pão doce. É das coisas que mais me dá prazer fazer na cozinha e saborear em boa companhia. 
Há sempre um toque de magia no que sai do forno e inunda a casa com o seu perfume. Há coisas que vão ser sempre boas e nos transmitem felicidade.





Pão Doce de Limão e Mirtilos

2 chávenas de farinha de espelta
1 colher de chá de fermento
½ colher de chá de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
Raspa de 1 limão
Sumo de 1 limão
1 ovo
¼ chávena de água
½ chávena de maple syrup ou agave
2 colheres de sopa de óleo vegetal ou azeite
100 gr de mirtilos frescos


Preparação

Untar uma forma de bolo inglês e forrar o fundo com papel vegetal.
Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Numa taça misturar os ingredientes secos (farinha, fermento, raspa, bicarbonato e sal).
Noutra taça misturar os ingredientes líquidos (sumo de limão, ovo, água, maple e óleo), com uma batedeira eléctrica ou um fouet.
Juntar os líquidos aos sólidos e bater muito bem até a massa ficar homogénea.
Por fim, adicionar os mirtilos e envolver suavemente na massa.
Transferir a massa para a forma e levar ao forno até cozer, a 180ºC, durante uns 30-40 minutos ou até dourar e um palito inserido no centro sair seco.
Desenformar  e servir morno ou frio.
 

Bom Apetite!