Amêijoas Masala



O mês de Julho quase a terminar, com a promessa de mais Verão por vir. E férias ainda distantes mas que já se começam a imaginar no horizonte. 
Enquanto os dias de descanso não chegam vamos enganando essa vontade com pequenas coisas que nos vão carregando baterias. E nos fazem felizes.

Os dias de sol grandes são logo meio caminho andado para aproveitar ao máximo o que o Verão nos dá. Ao fim do dia dá para fazer uma caminhada à beira mar, de pés na areia e no mar. Aproveitar toda a fruta boa da estação e fazer um grande sumo logo pela manhã. Andar descalça lá fora enquanto regamos a horta e as ervas aromáticas. Encontrar amigos que estavam lá longe e abraçá-los muito. Juntar a família e amigos à mesa, sempre que se pode. Praia no dia de folga, com direito a um gelado na mão e a um livro na outra. Fazer um piquenique, mesmo que seja no jardim. Encher a mesa de cores e coisas boas. E gente boa, que nos faz bem.

E é tão bom petiscar no Verão. Petisco é palavra que se come com as mãos, enquanto se demoram as conversas e se prolongam os momentos de convívio à mesa. Em casa, numa esplanada, numa tasquinha, queremos é estar reunidos à volta da mesa e aproveitar estes dias. Sabe tão bem.
E umas amêijoas calham mesmo bem, assim com um toque de garam masala e os coentros frescos a perfumar os dias quentes. É para comer com a mão, e molhar o pão torrado no molho. É quanto basta para animar uma refeição de Verão. No fim ficam as conchas vazias, para contar a história.







Amêijoas Masala
(receita adaptada do "Tasty Express" de Sneh Roy)

1 kg de amêijoas (usei congeladas)
2 colheres (sopa) de azeite
3 dentes de alho picados
1 cebola roxa pequena picada
1/2 colher (chá) de garam masala
1/2 colher (chá) de curcuma
1/2 chávena de vinho branco
1/2 chávena de água
sal q.b.
1 molho de coentros frescos
limão para servir


Preparação

Colocar as amêijoas de molho em água fria com bastante sal por meia hora, se estas forem frescas (para limpar de areias). Escorrer e lavar em várias águas e colocar noutra taça. Se forem congeladas podem deixar descongelar no frio ou usar directamente.
Numa sertã alta ou num tacho colocar o azeite a aquecer. Juntar os alhos e cebola e deixar refogar até ficar amolecido. Adicionar depois o garam masala, a curcuma, mexer bem e em seguida juntar o vinho e a água. Deixar ferver um pouco e juntar as amêijoas. Tapar e reduzir o lume para brando.
Deixar cozinhar por alguns minutos, agitando o tacho de vez em quando, até as amêijoas abrirem. 
Destapar, descartar as amêijoas fechadas e colocar parte dos coentros bem picados e uma pitada de sal, voltar a tapar e agitar o tacho para o sabor dos coentros se espalhar.
Regar com um pouco de sumo de limão e servir com mais coentros frescos picados grosseiramente.

Bom Apetite!



Gelado de Ananás e Hortelã



A Nestlé convidou-me a desenvolver uma receita com leite evaporado. O leite evaporado Nestlé é ideial para molhos e cremes ligeiros e é uma boa alternativa às natas por ter apenas 6% de matéria gorda.
Torna alguns pratos que costumo fazer, como strogonoff de seitan e cogumelos e caril de peixe e espinafres, bem mais leves e menos calóricos, mais saudáveis e com aquela textura cremosa que tanto gosto. 

Para além de molhos e cremes, toda a sua cremosidade pode ainda ser utilizada em sobremesas ligeiras. Adoro sobremesas de fruta bem frescas e leves nesta altura do ano. Lembro-me que desde sempre se utiliza o leite evaporado Nestlé em mousse de morango ou ananás na nossa casa. O verão combina com receitas assim, cheias de fruta, leves, frescas e deliciosas.

E o verão combina com gelados! Adoro. Refrescar nestes dias de calor é a palavra de ordem, de preferência com um geladinho na mão. Por aqui já sabem, gosto muito de preparar gelados caseiros, desde os mais tradicionais, passando pelos picolés, sorvetes e frozen yogurt.
E um gelado de ananás e hortelã com leite evaporado foi das melhores ideias para esta estação. É fresco nos sabores, bem leve na textura, e ao mesmo tempo cremoso, como uma nuvem gelada.









Gelado de Ananás e Hortelã

4 chávenas de ananás maduro em pedaços
6 folhas de hortelã fresca
150 ml de água
100 gr de açúcar


Preparação

Começar por preparar a calda de açúcar, colocando num tacho a água e o açúcar e levar ao lume, mexendo e deixando ferver por uns 5 minutos. Retirar do lume e deixar arrefecer totalmente.
Num liquidificador colocar o ananás descascado e em pedaços juntamente com as folhas de hortelã e a calda fria, e processar até ficar um líquido cremoso e homogéneo.
Entretanto juntar o leite evaporado (que ficou pelo menos 6h ou durante a noite no frigorífico) à mistura e voltar a bater, até ficar bem volumoso.
Passar esta mistura para a máquina de gelados e seguir as instruções do fabricante.
Colocar o gelado numa caixa ou recipiente para levar ao congelador por umas horas até ficar firme.



Bom Apetite!



Mil Folhas de Curgete com Redução de Vinagre de Vinho Tinto Gallo



O sabor que realça a vida. O tempero que nos faz suspirar por mais uma garfada daquele prato. Que nos seduz e faz querer mais. O vinagre. Que tempera as receitas e desperta sabores à mesa. 
Dos vários vinagres que adoro da Gallo, fui convidada a preparar uma receita com vinagre de vinho tinto. Um desafio interessante e criativo, para sair da zona de conforto dos bolinhos e doces. 
O vinagre que adoro e nunca pode faltar em casa. Tempera saladas e tantos outros pratos que me sabem a memórias e a momentos reunidos à mesa.

Preparei uma entrada simples, mas com um toque requintado. A pensar no verão, nos sabores da estação, nas curgetes que crescem na horta e no manjericão fresco e perfumado. Um mil folhas de curgete, com mozarella fresco e manjericão, em camadas de sabores simples. E a estrela do prato, o vinagre de vinho tinto Gallo, numa redução de textura aveludada, quase como um caramelo, rica e deliciosa. Digo mesmo viciante. Esta redução acompanha bem qualquer salada ou carne assada. 
O vinagre de vinho tinto Gallo em redução torna-se perfeito a acompanhar os sabores simples do mil folhas, por ter um sabor forte e marcado. E aquela cor, perco-me naquela cor e no seu sabor intenso.

Um prato harmonioso em perfumes e sabores, não será preciso dizer muito mais, basta que provem a redução de vinagre. Como assim provou o chef Carlos Madeira, e me disse que estava perfeita. Fiquei tão contente. Um chef a provar e a aprovar uma receita minha. É sempre um bom motivo para sorrir.
Enquanto se faz a redução em lume brando, prepara-se o resto de uma boa receita, numa cozinha grande, cheia de luz e gente, onde as receitas vão sendo filmadas, faladas, partilhadas e provadas.
Queria agradecer à Gallo por este convite e pela simpatia. Pelo desafio tão bom.
A vida é feita de experiências e momentos. E esta foi uma boa experiência. Um dia diferente do normal, em que a nossa receita sai em filme.









Mil Folhas de Curgete com Redução de Vinagre de Vinho Tinto Gallo

(para 2 px)
Redução: 250 ml vinagre de vinho tinto Gallo + 50 gr de açúcar
1 curgete pequena
1 mozarella fresco
Sal q.b.
Azeite Gallo q.b.
Manjericão fresco q.b.


Podem ver a receita na íntegra no site da Gallo. 

Bom Apetite!